Cochilar em reunião no Japão não é falta de respeito

Dormir é sempre reconhecido como um ato de descanso e de pausa, mas não é isso o que fazem os japoneses quando dormem em diferentes situações. O conhecido Inemuri é um costume da terra do sol nascente. Essa característica cultural do Japão consiste nas sonecas que as pessoas tiram devido a uma situação de esgotamento físico.

Não importa a situação, tirar uma soneca é essencial para repor as energias independente do lugar, podendo estar no ambiente de trabalho ou mesmo sentado em um banco de um ponto ônibus.

A segurança do país é outro fator que influencia o momento em que os japoneses preferem descansar. Não existe perigo de acordar sem o celular, sem a carteira ou a bolsa, então nada melhor que aproveitar essa segurança para tirar um cochilo onde melhor parecer.

Dormir no Japão é visto de forma diferente, o Inemuri não é considerado uma ação em que a pessoa está dormindo, mas sim um sono em que a pessoa está presente e consequentemente disponível para algum requisito, isso pode acontecer numa reunião, por exemplo.

A cultura japonesa é bastante conhecida pelo trabalho e pela disciplina, no entanto, esse estilo de vida pede umas pausas. Por isso não é anormal verem pessoas tirando uma soneca de diversas maneiras.

O sono desde os tempos antigos é visto como algo que deve ser respeitado, existem fatos históricos que comprovam que pessoas que permaneciam acordadas até tarde para conversar, beber ou ter alguma diversão levavam uma bela bronca.

Na época dos samurais, quem vencia o sono para fazer alguma atividade como o estudo, era considerado uma pessoa esforçada, embora essa prática não seja tão recomendada por reduzir a eficiência da dedicação.

No Japão os médicos recomendam que os filhos durmam com os pais até o início do período escolar. O hábito traria benefícios no desenvolvimento da criança que pode desenvolver um comportamento mais estável quando adulto, ajudando a torná-los independentes.

Outro fator que contribuiu para os japoneses tirarem uma soneca sem culpa independente do lugar e das pessoas foi o tsunami. Muitas pessoas que foram atingidas tiveram que se acostumar a dormir na presença de outras no espaço que ocupavam em refúgios.